PERÍODO PRÉ-OPERATÓRIO – CIRURGIA BILATERAL

A questão se os dois lados podem ser operados na mesma cirurgia, em casos com indicação quando os dois quadris estão doentes e dolorosos são frequentemente perguntados. A cirurgia bilateral tem uma série de vantagens, como somente uma hospitalização, somente uma anestesia. A reabilitação é feita para os 2 lados ao mesmo tempo e o tempo total de recuperação não é muito maior do que fazer a cirurgia de um lado somente.

Entretanto, nem todos os pacientes com doença bilateral são aptos a cirurgia bilateral. Este tipo de intervenção é reservada aos pacientes saudáveis que podem tolerar um procedimento de maior monta. Doença cardíaca, pulmonar ou outras como diabetes descompensada, deficiência imunológica, obesos, com histórico de trombose pregressa ou alteração na coagulação não devem ser operados desta forma.

Além do maior tempo de anestesia, que não é um problema, na cirurgia bilateral a perda sanguínea é maior, o que faz com que seja necessária transfusão com alguma frequência. Pode-se retirar sangue do próprio previamente à cirurgia e repor este mesmo sangue ao final da cirurgia. A incidência de complicações para duas cirurgias num mesmo evento não é maior que em dois tempos diferentes. Fora isso, se algo diferente acontece ao operar o primeiro lado, é possível suspender o procedimento do outro lado.

Share This